Postagens

Mostrando postagens de 2018

Meu negócio quebrou. E agora?

Imagem
Montar (ou fechar) o primeiro negócio ainda é tabu para muitas pessoas. Se você já passou por isso ou está planejando começar (ou fechar) um, mais cedo ou mais tarde irá se perguntar se está no caminho certo.
Seja motivado por fatores externos (pressão da família ou amigos) ou internos (autocobrança), você se pegará pensando: estou na direção do sucesso ou fracasso?
Ao longo dos anos, acompanhei muitos empreendedores durante a fase de preparação e planejamento de uma empresa (inclusive minhas). Aprendi que os motivos que levam alguém a empreender o negócio próprio têm relação direta com a percepção de sucesso ou fracasso.
3 lojas de uma vez
Certa vez acompanhei um colega que trabalhava como gerente em um banco durante seus primeiros passos como empreendedor. Com um salário de R$10mil por mês, seu principal objetivo com o novo negócio era obter uma renda igual ao que tinha como funcionário. Para isso, decidiu abrir ao mesmo tempo três franquias de uma rede que vende cervejas artesanais. O…

O melhor professor de empreendedorismo é você mesmo.

Imagem
Semana passada eu comprei uma revista que trazia reportagens sobre o mundo das cervejas. Os artigos abordavam diversos temas, como as principais “escolas” cervejeiras e dicas sobre como produzir cerveja em casa.

Aprendi que existe a “escola” européia - mais tradicional, formada pelas fábricas e métodos de produção da Alemanha e Bélgica, por exemplo. Também li sobre os produtores Norte Americanos, considerados mais modernos, que dão força ao movimento das microcervejarias.


[Quer empreender com confiança? Faça seu diagnóstico agora mesmo]
A outra reportagem que me chamou a atenção era sobre como produzir cerveja em casa. #voufazercerveja!, pensei na hora. Empolgado com as possibilidades, comecei a tomar notas aleatórias sobre o que enfrentaria para ter uma mini-fábrica:

• Quem são as pessoas e livros que preciso ter contato?
• Onde vou produzir e onde vou estudar sobre o assunto?
• Quanto tempo e dinheiro preciso para fabricar o primeiro lote?
• Como lidar com a frustração que vou enco…

Nós vivemos em nossa mente

Imagem
Gastamos muito tempo comprando casas bonitas, decorando-as de acordo com os nossos desejos, fazendo tudo parecer muito agradável. Nós as mantemos limpas, bem mobiliadas e lindamente decoradas, e as exibimos com orgulho para as outras pessoas. Mas, na verdade, não vivemos em nossa casa, vivemos em nossa mente.

Também passamos muito tempo cuidando de nossa aparência física, sempre tentando parecer jovens e atraentes, usando o tipo certo de roupas e procurando dar às pessoas o tipo certo de impressão. Nós pensamos: “Este sou eu”.

Se vamos para outro lugar, deixamos nossa casa para trás, não somos caracóis. Mas carregamos nossa mente conosco para todos os lugares, vivemos dentro dela. Tudo o que vemos é projetado para nós através de nossos órgãos dos cinco sentidos, incide sobre nossa consciência e, em seguida, é interpretado pela mente.

A mente em si é considerada um sexto sentido, aquele que está constantemente produzindo memórias, pensamentos, ideias, opiniões, julgamentos, gostos e …

Vale a pena empreender em marketing multinível?

Imagem
“Quer melhorar de vida?”Já deve ter acontecido com você. Um conhecido ou conhecida te convida a participar de um evento misterioso, mas não passa grandes detalhes. No dia e hora marcados, você aparece e assiste à um discurso comercial (selling pitch) digno de Oscar.
Nele, vendedores categoria “diamante, ruby ou top” apresentam histórias inacreditáveis sobre como venceram desafios pessoais e hoje dirigem carros importados, além de conhecerem o mundo graças aos prêmios que receberam. Tudo isso, acrescentam, foi possível após se tornarem representantes ou distribuidores da Hinode, Herbalife ou Jeunesse.
“Não vamos te vender esse produto”Há alguns anos, eu passei por isso. Um amigo me convidou à participar de um evento misterioso. Compareci, desconfiado sobre o que encontraria. No local, fui bombardeado sobre como sería bem sucedido financeiramente se comprásse o produto. Começar era fácil, bastava fazer um pedido mínimo de cerca de R$4mil na época. Como eu estava no evento para satisfazer …